Facebook Youtube Instagram
Fundo Padrão Fundo Preto - Alto Contraste

Arapongas sedia reunião sobre projeto que prevê inclusão social para jovens da região

Cismel | Em 20/10/2011 às 08h00 - Por Assessoria de Imprensa
Presidente do Cismel Beto Pugliese e o coordenador do Protejo Neri Costa
Representantes dos municípios que integram o Consórcio de Segurança Pública e Cidadania (CISMEL), participaram nesta quarta-feira de uma reunião técnica com o coordenador Nacional do Programa Protejo - Projeto de Proteção de Jovens em Território Vulnerável , Neri Costa.

O projeto faz parte do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci) e se caracteriza como um modelo diferenciado de enfrentamento da criminalidade que prioriza a prevenção, tendo como foco jovens na faixa de 18 a 24 anos, principais autores e vítimas da violência e da criminalidade.

Conforme o prefeito de Arapongas e presidente do Cismel, Beto Pugliese, a reunião teve como objetivo organizar os municípios que fazem parte do Consórcio, para a implantação do Protejo a partir de 2012. Ainda segundo Pugliese, cerca de mil jovens da região em situação de risco serão beneficiados pelo Programa, que irá promover sua formação cidadã e inclusão social, evitando o envolvimento com a violência e a criminalidade.

O coordenador Nacional do Protejo Neri Costa, explicou que o Cismel já tem convênio assinado com o Ministério da Justiça para a implantação do Protejo nos municípios jurisdicionados, contando inclusive com recursos disponíveis na ordem de R$ 3.5 milhões. “Só falta organizarmos as ações e implementarmos este programa, que além de oferecer opções de inserção na sociedade, desempenha papel fundamental na formação cidadã destes jovens”, destacou.

O Secretário Municipal de Segurança Pública, major Arduin, destacou a importância do Protejo e pediu empenho e dedicação dos gestores do Consórcio de cada município na sua articulação e implementação. ”Para a identificação e posterior encaminhamento dos jovens ao projeto, teremos que contar com uma rede de contatos e parcerias para coordenarmos as ações de forma abrangente e com eficiência”, disse o major.

Arduin finalizou, demonstrando que o programa vem de encontro aos anseios da sociedade de fazer frente ao crescimento da criminalidade juvenil, pois de acordo com o Ministério da Justiça, jovens com esse perfil estão envolvidos em 80% dos assassinatos no país e representam 60% da população carcerária brasileira, que hoje totaliza 450.000 detentos. Também participou da reunião a coordenadora regional do Protejo, Elza Correia.




ÚLTIMAS NOTÍCIAS






Endereço da página com a matéria completa:
http://www.arapongas.pr.gov.br/206_noticia_arapongas-sedia-reuniao-sobre-projeto-que-preve-inclusao-social-para-jovens-da-regiao

Voltar ao Topo do Site