Facebook Youtube Instagram
Fundo Padrão Fundo Preto - Alto Contraste

PORTAL CORONAVÍRUS DE ARAPONGAS

Animal silvestre é capturado em prédio da avenida central em Arapongas

MEIO AMBIENTE | Em 19/09/2014 às 16h44 - Por Assessoria de Imprensa
A captura, no meio urbano, é rotineira para estas espécies
Em Arapongas, na noite da quinta-feira, 18, moradores do Edifício Carolina, receberam a visita inesperada de um animal silvestre, o qual gerou dúvidas a respeito de que espécie seria. Após receber ligação de um morador, o secretário de Agricultura, Serviços Públicos e Meio Ambiente (SEASPMA), Vanderlei Carlos Sartori Junior prontamente solicitou ao Corpo de Bombeiros que fosse averiguar, e também se dirigiu ao local.

Após a chegada do sargento Marcos e do cabo Maciel do grupamento do Corpo de Bombeiros, houve a captura, dentro dos procedimentos adequados ao salvamento de animais nestas condições. Moradores ainda surpresos com o aparecimento souberam que se tratava de um ouriço, animal que possui a característica de expelir um líquido e também soltar espinhos que encravam nas mãos de quem tenta capturá-lo. Inquirido a respeito do destino do ouriço, o sargento Marcos informou que todos os animais silvestres recolhidos são soltos em reservas de matas próximas à cidade. Segundo orientações dos bombeiros, as altas temperaturas dos últimos dias contribuem para que haja ocorrências como esta.

O secretário da SEASPMA observa que por questões de segurança a população não deve tentar capturar animais que não sejam domesticados, nem matá-los, o que configura crime ambiental. “A orientação é manter distância dos mesmos, procurar sempre ter o animal em seu campo de visão e acionar o Corpo de Bombeiros, que atende a estas situações dentro dos procedimentos adequados”, enfatizou Sartori.
Para contato com o Corpo de Bombeiros, ligar para 193 ou 3172-7300.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS






Endereço da página com a matéria completa:
https://www.arapongas.pr.gov.br/1612_noticia_animal-silvestre-e-capturado-em-predio-da-avenida-central-em-arapongas


Voltar ao Topo do Site