Facebook Youtube Instagram
Fundo Padrão Fundo Preto - Alto Contraste

Poder executivo e sociedade civil organizada reúnem-se para tratar dos prejuízos da chuva em Arapongas

ADMINISTRAÇÃO | Em 26/01/2016 às 10h17, atualizado em 26/01/2016 às 10h18 Por Assessoria de Imprensa
O prefeito Padre Beffa convocou uma reunião com os representantes da sociedade civil organizada para relatar os verdadeiros estragos ocasionados pelas chuvas, bem como, expor as ações emergenciais já realizadas pela Prefeitura e Defesa Civil e estabelecer rumos técnicos, jurídicos e políticos para minimizar os prejuízos da população araponguense.

Forças de segurança do município, conselhos, associações, observatórios e clubes de serviços compareceram à reunião no final da tarde desta segunda-feira, 25. Na oportunidade o representante da Defesa Civil, Marcelo Fiori, apresentou o relatório atualizado das vistorias realizadas em Arapongas.

No período do dia 12 à 22 de janeiro, a Defesa Civil realizou 348 vistorias, das quais 45 casas foram interditadas totalmente como forma de prevenção e 72 residências foram interditadas parcialmente. Entre as famílias que precisaram sair de suas casas, apenas uma encontra-se no abrigo preparado pela Prefeitura, onde recebe toda a assistência necessária. As demais famílias deslocaram-se para casa de familiares e, estão sendo assistidas pela Secretaria de Assistência Social com atendimento psicológico, mantimentos e demais utensílios.

O prefeito Padre Beffa ressaltou que diante os transtornos causados pelas condições climáticas a prioridade foi proteger a vida da população, por isso as forças de segurança não mediram esforços para analisar locais em possível situação de risco e com o apoio da Assistência Social orientar o deslocamento das famílias.

“As equipes das Secretarias, Codar, Defesa Civil e forças de segurança trabalharam incansavelmente para garantir o bem estar da população. E simultaneamente, buscamos soluções junto a Sanepar para restabelecer o abastecimento de água potável no município, enquanto isso, caminhões pipas distribuíram água em várias regiões do município. O acesso em localidades rurais também foi uma das prioridades, visto que pontes foram destruídas completamente ou parcialmente. Três pontes já foram recuperadas e as equipes seguem com os trabalhos de recuperação”, frisou o prefeito.

Com os esclarecimentos acerca das ações da Prefeitura e da exposição da real situação de Arapongas, o poder executivo e a sociedade civil organizada aguarda a posição do Governo Federal diante do decreto de situação de emergência do município, visando a destinação de recurso do governo para remediar os transtornos causados. Na ocasião, os presentes já definiram algumas ações e prioridades.

Vale lembrar que o prefeito Padre Beffa assinou o decreto de situação de emergência na sexta-feira, 15, e o processo segue em tramitação às autoridades competentes, ou seja, governos Estadual e Federal. Na quinta-feira, 21, o governador do Paraná, Beto Richa, assinou o decreto de homologação de estado de emergência do município de Arapongas, conforme publicado no Diário Oficial do Paraná. O processo segue para análise do Governo Federal.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS






Endereço da página com a matéria completa:
http://www.arapongas.pr.gov.br/2939_noticia_poder-executivo-e-sociedade-civil-organizada-reuneme-x2dse-para-tratar-dos-prejuizos-da-chuva-em-arapongas

Voltar ao Topo do Site