Facebook Youtube Instagram
Fundo Padrão Fundo Preto - Alto Contraste

Arapongas mobiliza realização de testes rápidos em alusão ao Dia Mundial de Combate à AIDS

SAÚDE | Em 01/12/2015 às 13h32, atualizado em 01/12/2015 às 13h45 Por Assessoria de Imprensa
O dia 1º de dezembro foi internacionalmente instituído como o Dia Mundial de Combate à AIDS, é uma data para que o mundo una forças para a conscientização sobre essa doença. Desde o final dos anos 80, tal dia vigora no calendário de milhares de pessoas ao redor do mundo.

A enfermeira do Centro de Testagem e Aconselhamento, Aline Goes, destaca que ter o vírus HIV não é a mesma coisa que ter a AIDS, o HIV (vírus da imunodeficiência humana) recebe esse nome, pois destrói o sistema imunológico.

“Há pessoas com o vírus (soropositivos) que vivem anos sem apresentar sintomas e sem desenvolver a doença. Mas, podem transmitir o vírus a outros pelas relações sexuais desprotegidas, pelo compartilhamento seringas contaminadas ou de mãe para filho durante a gravidez e a amamentação. Por isso, é sempre importante fazer o teste e se proteger em todas as situações”, esclarece Aline.

Ela ainda explica que a AIDS é a Síndrome da Imunodeficiência Humana, e se caracteriza pelo enfraquecimento do sistema de defesa do corpo e pelo aparecimento das doenças oportunistas. Como esse vírus ataca as células de defesa do nosso corpo, o organismo fica mais vulnerável a diversas doenças.

Em Arapongas, houve um aumento de 20% nos casos de AIDS, sem registros de mortes ocasionadas pela doença. Em 2014 o município contava com 29 pessoas soropositivo e com o desenvolvimento da doença, já em 2015 são 34 novos casos. Por isso, o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) do setor de epidemiologia da Secretaria de Saúde, trabalha com ações de conscientização visando a prevenção.

O secretário de Saúde, Antonio Garcez Novaes Neto, ressalta que o trabalho da equipe do CTA visa também o aconselhamento às pessoas que têm a doença. “Muitas vezes, a pessoa leva um certo tempo até estar ciente de que é soropositivo, e partir desse conhecimento é essencial o aconselhamento para o tratamento e hábitos para evitar a transmissão”, destaca o secretário.

Neste ano o CTA irá realizar uma mobilização para testagem de sífilis, HIV e hepatites virais (B e C). Durante a semana do dia 1º de dezembro, todas as pessoas que desejarem saber sua condição podem procurar o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), localizado à rua Pombas, 1294- Centro, mais informações pelo fone 3902-1266 ou 3902-1217.


Transmissão

Como o HIV, está presente no sangue, sêmen, secreção vaginal e leite materno, o vírus pode ser transmitido de várias formas:
- Sexo sem camisinha (oral, vaginal ou anal);
- Compartilhando agulhas e seringas contaminadas;
- Da mãe infectada para o bebê durante a gravidez, na hora do parto e/ou amamentação;
- Instrumentos que furam ou cortam, não esterilizados.

Evitar a doença não é difícil. Basta usar camisinha em todas as relações sexuais e não compartilhar seringa, agulha e outro objeto cortante com outras pessoas.

Tratamento

O tratamento inclui acompanhamento periódico com profissionais de saúde e a realização exames. A pessoa só vai começar a tomar os medicamentos antirretrovirais quando exames clínicos e de laboratório indicarem a necessidade. Esses remédios buscam manter o HIV sob controle o maior tempo possível.

A medicação diminui a multiplicação do vírus no corpo e recupera as defesas do organismo. Para que o tratamento dê certo, o paciente não pode se esquecer de tomar os remédios ou abandoná-los, pois dessa forma o vírus pode criar resistência e, com isso, as opções de medicamentos diminuem. A adesão ao tratamento é fundamental para a qualidade de vida.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS






Endereço da página com a matéria completa:
http://www.arapongas.pr.gov.br/2811_noticia_arapongas-mobiliza-realizacao-de-testes-rapidos-em-alusao-ao-dia-mundial-de-combate-a-aids

Voltar ao Topo do Site